Uma crítica ao livro de Ed René Kivitz intitulado "O livro mais mal-humorado da Bíblia"



Um contraste entre as poesias de Lulu Santos, Manuel Bandeira e Salomão


Com uma crítica ao "O livro mais mal-humorado da Bíblia" de Ed René Kivitz.


Vejo com grande preocupação a abordagem que o Pr. Ed Kivitz faz de Eclesiastes em seu livro intitulado: "O livro mais mal-humorado da Bíblia", pois, já no primeiro capítulo, ele diz que não precisamos concordar com o autor de Eclesiastes, passando a sugerir que leiamos o livro em suas entrelinhas, o que Kivitz se propõe a fazer contrapondo afirmações clássicas de Eclesiaste tais como "não há nada novo debaixo do sol" com a poesia de Lulu Santos que diz que "nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia". Ou seja, Kivitz se vale de autores populares e até mesmo de um monge budista para contradizer o autor de Eclesiastes. Tudo bem, reconhecer que a Bíblia não encerra em si mesma toda a sabedoria e verdade, mas preferir uma nova versão de Eclesiastes cuja mensagem claramente contradiz a do original é fazer pouco caso das Escrituras Sagradas.


Para piorar a situação, Kivitz afirma que Eclesiastes não é a expressão de um sábio homem de Deus, mas de um homem entediado, de modo que não devemos dar muito crédito a ele, propondo uma releitura de Eclesiastes, na busca de algum valor nas entrelinhas, porque na linhas...


No entanto, Jesus concorda com o que autor de Eclesiastes escreve nas linhas: "Que aproveita ao homem ganhar o mundo todo e perder a sua alma?" (Mc 8.36 Comparar com Ec 1.3). Jesus e Salomão ensinam que as conquistas da vida são inúteis e que não há sentido na vida em si mesma em termos do debaixo do sol, a não ser quando transcendemos para o acima do sol e para o além da vida. O que contraria a seguinte afirmação de Kivitz: "cada ser humano é responsável por atualizar, em sua própria existência, o sentido que a vida tem em si mesma". Bem, me perdoem os f'ãs de Lulu Santos, mas eu prefiro ficar com Jesus e com o autor de Eclesiastes e com Jesus!


Seria Jesus mal humorado por endossar os ensinos de Eclesiastes?


Vejamos algumas lições que podemos tirar a partir de um contrante entre as poesias de Lulu Santos, Manuel Bandeira e Salomão. Veremos convergências e divergências. Qual o sentido da existência humana? Onde encontrar plena realização e felicidade?


Bispo José Ildo Swartele de Mello

Comentários

  1. Toda negação baseada em razões humanas para contradizer a palavra de Deus por se só ja é algo bastante preocupante, em face dessas declarações infundadas no vazio de uma mente intelectualizada e fundido ela numa teologia que te dar brecha para anunciar aquilo que por ventura parece ser verdade mais que não é o autor não tem nada a falar e sendo assim ele chama atenção pra quilo que devemos refletir que é o que salomão nos admoesta pra aquilo que vale a pena é temer o nosso Deus sobre todas as coisas.

    ResponderExcluir
  2. Embora sua análise seja de junho de 2012, somente hoje foi que li sua crítica ao livro. Em que pese todo o seu currículo, peço vênia para discordar e citar uma máxima que gosto muito: "Todo texto, fora do contexto, vira pretexto". Esse é o seu caso. Embora eu não concorde com muita coisa do Pr. Kivitz, tenho que ele não quis dizer o que o Pastor diz em seu blog, nem ousou contradizer Salomão ao citar Lulu Santos e outros. A propósito, Paulo citou muitos poetas gregos, certamente de moral bem duvidosa (assim imagino ao olhar a sociedade grega da época). Fica aqui minha breve crítica à sua crítica. (Daniel Miranda Gomes)

    ResponderExcluir
  3. Nao li o livro ainda baseando na Biblia ,acredito que salomao um que aparentava ter seus 80 e poucos anos enfadado de tanta merda feita como os casamentos interraciais algo que abominou DEus, vemos isso nitidamente em 1 Reis cap 11,chega em determinado ponto da sua vida em que ele mesmo se depara com a sua realidade,promiscua ,entediada,pecaminosa e ao mesmo tempo perplexa no ponto de vista humano.E Nao estamos prontos para o choque de realidade espiritual que nos direciona Deus!!!critica ou nao ,somos todos imperfeitos por isso prescisasmos do ressurreto do paraclitos ,o senhor jesus cristo .

    ResponderExcluir
  4. Nao li o livro ainda baseando na Biblia ,acredito que salomao um que aparentava ter seus 80 e poucos anos enfadado de tanta merda feita como os casamentos interraciais algo que abominou DEus, vemos isso nitidamente em 1 Reis cap 11,chega em determinado ponto da sua vida em que ele mesmo se depara com a sua realidade,promiscua ,entediada,pecaminosa e ao mesmo tempo perplexa no ponto de vista humano.E Nao estamos prontos para o choque de realidade espiritual que nos direciona Deus!!!critica ou nao ,somos todos imperfeitos por isso prescisasmos do ressurreto do paraclitos ,o senhor jesus cristo .

    ResponderExcluir
  5. Nao li o livro ainda baseando na Biblia ,acredito que salomao um que aparentava ter seus 80 e poucos anos enfadado de tanta merda feita como os casamentos interraciais algo que abominou DEus, vemos isso nitidamente em 1 Reis cap 11,chega em determinado ponto da sua vida em que ele mesmo se depara com a sua realidade,promiscua ,entediada,pecaminosa e ao mesmo tempo perplexa no ponto de vista humano.E Nao estamos prontos para o choque de realidade espiritual que nos direciona Deus!!!critica ou nao ,somos todos imperfeitos por isso prescisasmos do ressurreto do paraclitos ,o senhor jesus cristo .

    ResponderExcluir
  6. Nem leram o livro e querem palpitar... Ou será que falta é um cursinho de Língua Portuguesa, para aprenderem interpretar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

Lições extraídas da história de Mefibosete

A Igreja passa pela Grande Tribulação?