Pular para o conteúdo principal

Feliz dia do Pastor!


Mensagem do bispo emérito metodista Josué Adam Lazier:

Ser pastor é se colocar no caminho dos outros para ser apoio, estímulo, encorajamento e consolo. É ser o outro que se aproxima na caminhada e entra na história das pessoas para mediar novos conhecimentos e novas atitudes. "Jesus se aproximou e ia com eles".

Ser pastor é se aproximar das pessoas e ouvir suas histórias, seus sentimentos e suas aventuras. É perceber os sentimentos que se afloram e as inquietações que adoecem a vida. "O que é isto que vos preocupa?".

Ser pastor é perguntar, é dialogar sobre as questões da vida e sobre os acontecimentos que alcançam a vivência das pessoas. É conversar sobre as coisas mais singelas da vida e ouvir além das palavras. "Quais?".

Ser pastor é ajudar na compreensão acerca dos valores do Evangelho e dos desafios que a vida cristã confere aos que foram alcançados pela graça de Deus. É explicar, contar de novo, rememorar, trazer à memória os ensinamentos que as pessoas já conhecem, mas que ainda não chegaram ao pleno entendimento e prática diária. "Ó néscios e tardos de coração para compreenderem o que os profetas anunciaram".

Ser pastor é perceber a emotividade que marca a vivência do ser humano, é enxergar as mazelas da vida para com ternura e amor promover a superação pela força da fé e da convivência. É sinalizar o amor de Deus que entra na história das pessoas e transforma-as a cada dia, a cada passo, a cada suspiro. "Expunha-lhes o que constava em todas as Escrituras".

Ser pastor é ajudar as pessoas a terem atitudes espontâneas, autônomas, emancipadas, libertas, transformadoras, conscientes e convictas. Ser pastor é colaborar com tolerância e humildade para que as pessoas superem os modelos estereotipados e individualizem-se, não de individualidade, mas de individuar-se. "Fica conosco, pois é tarde...".

Ser pastor é estar com as pessoas em seus ambientes de vida, em suas casas, com seus familiares, no contexto histórico, cultural, social, econômico, político e se inserir nesta realidade para conhecer e ser conhecido. É estar junto, com, numa convivência agregadora de valor e dignidade. "E entrou para ficar com eles".

Ser pastor é partilhar o pão, a fé, a esperança, a justiça, a solidariedade, a novidade que o Evangelho desperta a cada novo dia. É dar graças junto com os outros que estão na mesma caminhada e que, além de receber, também oferecem o que têm. "Tomando ele o pão, abençoou-o...".

Ser pastor é encorajar para o compromisso e o comprometimento. É estimular a ação, a transformação, as atitudes que resgatam o valor da vida e o comportamento ético, moral e cidadão. "Voltaram para Jerusalém".

Ser pastor, neste sentido, é sair da mesmice, da estagnação, do conforto do não comprometimento com as lutas das pessoas, da preguiça de ir ao encontro dos que estão adoecidos e machucados pelas circunstâncias da vida. É olhar para as pessoas e vê-las, percebê-las, olhar em seus olhos e sentir o pulsar da fé e da busca pelo conhecimento de Deus. "Foi por eles reconhecido no partir do pão".

Ser pastor é partilhar, é conviver... Tão somente partilhar e conviver. "Então Jesus lhes disse: eis que estou convosco".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

"Tudo, porém, seja feito com decência e ordem" (I Co 14:40)

O Apóstolo Paulo exorta desta maneira a igreja de Corinto que precisava aprender que a ação do Espírito produz ordem e e decência, e não bagunça e confusão. A liberdade do Espírito não é incompatível com a ordem e a decência deste mesmo Espírito, pois "Deus não é Deus de desordem" (1Co 14.33). Portanto, toda desordem no culto não é de procedência divina. Sabedores disto, cabe aos pastores botarem ordem na casa, não permitindo que o culto seja enrolado e descontrolado. Assim como Paulo estabeleceu regras para o bom andamento do culto, devemos nós fazer o mesmo.

Alguns exemplos de coisas que devemos evitar em um culto:

O culto deve ser objetivo, enxuto, sem vãs repetições.

Cada participante deve possuir uma clara consciência da integridade do culto para não invadirmos a área do outro.

Um dirigente de culto e um líder de louvor não devem fazer comentários bíblicos prolongados, visto que já teremos um pregador…

Lições extraídas da história de Mefibosete

Áudio:
Vídeo:
Mefibosete from Ildo Swartele Mello on Vimeo.

Lições extraídas da história de Mefibosete Mefibosete nasceu num "berço de ouro" de um "palácio real", pois era neto do Rei Saul, filho do Príncipe Jônatas (2Sam 4.4). Entretanto, uma tragédia se abateu sobre sua vida quando ele tinha apenas 5 anos de idade. Israel foi derrotado em uma sangrenta batalha. A notícia da morte de Saul e de Jônatas chegaram até a casa real; então, a babá de Mefibosete, temendo que o menino também fosse morto, o toma em seus braços e foge correndo, mas, na pressa, acaba tropeçando e deixando o menino cair. Na queda, Mefibosete despedaça os pés e fica aleijado.

Agora, ele está órfão de pai e mãe. Perdeu a majestade, perdeu a saúde e vive escondido em um humilde povoado na casa de um bom homem chamado Maquir, que foi quem o amparou, adotando-o como filho.

Tais tragédias são frutos da rebeldia do Rei Saul, que plantou ventos e acabou colhendo tempestades devastadoras para a sua …

Qual o significado na Bíblia de Hora Sexta, Hora Nona e Primeira, Segunda. Terceira e Quarta Vigílias?

Dia Primeira hora - iniciava-se às 06 h
Terceira hora  - iniciava-se às 09 h
Sexta hora      - iniciava-se às 12 h
Nona hora      - iniciava-se às 15 h


Noite Primeira vigília - iniciava-se às 18 h
Segunda vigília - iniciava-se às 21 h
Terceira vigília  - iniciava-se às 00 h
Quarta vigília    - iniciava-se às 03 h