Feliz dia do Pastor!


Mensagem do bispo emérito metodista Josué Adam Lazier:

Ser pastor é se colocar no caminho dos outros para ser apoio, estímulo, encorajamento e consolo. É ser o outro que se aproxima na caminhada e entra na história das pessoas para mediar novos conhecimentos e novas atitudes. "Jesus se aproximou e ia com eles".

Ser pastor é se aproximar das pessoas e ouvir suas histórias, seus sentimentos e suas aventuras. É perceber os sentimentos que se afloram e as inquietações que adoecem a vida. "O que é isto que vos preocupa?".

Ser pastor é perguntar, é dialogar sobre as questões da vida e sobre os acontecimentos que alcançam a vivência das pessoas. É conversar sobre as coisas mais singelas da vida e ouvir além das palavras. "Quais?".

Ser pastor é ajudar na compreensão acerca dos valores do Evangelho e dos desafios que a vida cristã confere aos que foram alcançados pela graça de Deus. É explicar, contar de novo, rememorar, trazer à memória os ensinamentos que as pessoas já conhecem, mas que ainda não chegaram ao pleno entendimento e prática diária. "Ó néscios e tardos de coração para compreenderem o que os profetas anunciaram".

Ser pastor é perceber a emotividade que marca a vivência do ser humano, é enxergar as mazelas da vida para com ternura e amor promover a superação pela força da fé e da convivência. É sinalizar o amor de Deus que entra na história das pessoas e transforma-as a cada dia, a cada passo, a cada suspiro. "Expunha-lhes o que constava em todas as Escrituras".

Ser pastor é ajudar as pessoas a terem atitudes espontâneas, autônomas, emancipadas, libertas, transformadoras, conscientes e convictas. Ser pastor é colaborar com tolerância e humildade para que as pessoas superem os modelos estereotipados e individualizem-se, não de individualidade, mas de individuar-se. "Fica conosco, pois é tarde...".

Ser pastor é estar com as pessoas em seus ambientes de vida, em suas casas, com seus familiares, no contexto histórico, cultural, social, econômico, político e se inserir nesta realidade para conhecer e ser conhecido. É estar junto, com, numa convivência agregadora de valor e dignidade. "E entrou para ficar com eles".

Ser pastor é partilhar o pão, a fé, a esperança, a justiça, a solidariedade, a novidade que o Evangelho desperta a cada novo dia. É dar graças junto com os outros que estão na mesma caminhada e que, além de receber, também oferecem o que têm. "Tomando ele o pão, abençoou-o...".

Ser pastor é encorajar para o compromisso e o comprometimento. É estimular a ação, a transformação, as atitudes que resgatam o valor da vida e o comportamento ético, moral e cidadão. "Voltaram para Jerusalém".

Ser pastor, neste sentido, é sair da mesmice, da estagnação, do conforto do não comprometimento com as lutas das pessoas, da preguiça de ir ao encontro dos que estão adoecidos e machucados pelas circunstâncias da vida. É olhar para as pessoas e vê-las, percebê-las, olhar em seus olhos e sentir o pulsar da fé e da busca pelo conhecimento de Deus. "Foi por eles reconhecido no partir do pão".

Ser pastor é partilhar, é conviver... Tão somente partilhar e conviver. "Então Jesus lhes disse: eis que estou convosco".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

A Igreja passa pela Grande Tribulação?

Lições extraídas da história de Mefibosete