Pular para o conteúdo principal

A salvação não é baseada em predestinação

"A salvação não é baseada em predestinação. Em vez disso, a predestinação é baseada em salvação.

Muitas pessoas torcem as coisas neste momento. Alguns cristãos vêem a predestinação como a chave para a salvação. Crêem que a salvação se dá por causa de uma decisão irrevogável ou "decreto" que o Deus Soberano fez antes da criação do mundo.

Mas o que a Bíblia diz? Ela não ensina que somos salvos por causa de um decreto eterno de Deus. Essa é uma maneira distorcida de compreender a predestinação.

Pelo contrário, somos salvos pela graciosa provisão de salvação que Deus ofereceu em favor de todas as pessoas. Sabemos que Jesus Cristo "morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para Aquele que morreu e ressuscitou por eles" (2 Coríntios. 5:15).

Biblicamente, a predestinação significa que aqueles que confiam totalmente em Jesus Cristo para a salvação são "pré-destinados" para serem conformes à sua imagem enquanto andarem na luz. "Para aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos" (Rm 8:29).

Em outras palavras, a predestinação é a pré-determinação do destino para o qual a salvação conduz. Salvação significa a restauração da imagem de Deus em nós, e em última análise, isso implica também na "restauração universal, que Deus anunciou há muito tempo através de seus santos profetas" (Atos 3:21).

Biblicamente, a predestinação não se refere a uma particular vontade de Deus para a salvação de determinadas pessoas em particular, mas sim a certeza de que o soberano e gracioso plano de salvação de Deus na história, em que a salvação é oferecida a todos, finalmente e plenamente se cumprirá em justiça, juízo e misericórdia (...)

O amor e a graça de Deus vêm primeiro - A vontade de Deus é que todos sejam salvos. A predestinação garante o destino final para todos os que aceitam e permanecem caminhando fielmente na graça de Deus. "Se andarmos na luz..." (1 João 1:7).

Graças a Deus que, por intermédio de Jesus Cristo e pelo auxílio do Espírito Santo, somos capazes de saber o destino para o qual nosso fiel Salvador nos está conduzindo. E graças a Deus estamos sendo transformados mais e mais à imagem de Jesus Cristo enquanto seguimos firmes neste caminho de esperança que resultará finalmente em novos céu e terra, ou seja, na cura e restauração completa de toda a criação.

"Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e inescrutáveis os seus caminhos! 'Quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Quem primeiro lhe deu, para que ele o recompense?' Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém." (Romanos 11:33-36)

Extraído parcialmente do excelente artigo do Dr. Howard Snyder que pode ser lido na íntegra em inglês em:

http://howardsnyder.seedbed.com/2013/04/18/predestination-second-love-first

Traduzido por José Ildo Swartele de Mello

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

"Tudo, porém, seja feito com decência e ordem" (I Co 14:40)

O Apóstolo Paulo exorta desta maneira a igreja de Corinto que precisava aprender que a ação do Espírito produz ordem e e decência, e não bagunça e confusão. A liberdade do Espírito não é incompatível com a ordem e a decência deste mesmo Espírito, pois "Deus não é Deus de desordem" (1Co 14.33). Portanto, toda desordem no culto não é de procedência divina. Sabedores disto, cabe aos pastores botarem ordem na casa, não permitindo que o culto seja enrolado e descontrolado. Assim como Paulo estabeleceu regras para o bom andamento do culto, devemos nós fazer o mesmo.

Alguns exemplos de coisas que devemos evitar em um culto:

O culto deve ser objetivo, enxuto, sem vãs repetições.

Cada participante deve possuir uma clara consciência da integridade do culto para não invadirmos a área do outro.

Um dirigente de culto e um líder de louvor não devem fazer comentários bíblicos prolongados, visto que já teremos um pregador…

Lições extraídas da história de Mefibosete

Áudio:
Vídeo:
Mefibosete from Ildo Swartele Mello on Vimeo.

Lições extraídas da história de Mefibosete Mefibosete nasceu num "berço de ouro" de um "palácio real", pois era neto do Rei Saul, filho do Príncipe Jônatas (2Sam 4.4). Entretanto, uma tragédia se abateu sobre sua vida quando ele tinha apenas 5 anos de idade. Israel foi derrotado em uma sangrenta batalha. A notícia da morte de Saul e de Jônatas chegaram até a casa real; então, a babá de Mefibosete, temendo que o menino também fosse morto, o toma em seus braços e foge correndo, mas, na pressa, acaba tropeçando e deixando o menino cair. Na queda, Mefibosete despedaça os pés e fica aleijado.

Agora, ele está órfão de pai e mãe. Perdeu a majestade, perdeu a saúde e vive escondido em um humilde povoado na casa de um bom homem chamado Maquir, que foi quem o amparou, adotando-o como filho.

Tais tragédias são frutos da rebeldia do Rei Saul, que plantou ventos e acabou colhendo tempestades devastadoras para a sua …

Qual o significado na Bíblia de Hora Sexta, Hora Nona e Primeira, Segunda. Terceira e Quarta Vigílias?

Dia Primeira hora - iniciava-se às 06 h
Terceira hora  - iniciava-se às 09 h
Sexta hora      - iniciava-se às 12 h
Nona hora      - iniciava-se às 15 h


Noite Primeira vigília - iniciava-se às 18 h
Segunda vigília - iniciava-se às 21 h
Terceira vigília  - iniciava-se às 00 h
Quarta vigília    - iniciava-se às 03 h