segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Nascer de novo é uma condição para herdar a vida eterna



Enquanto os universalistas ensinam que todos estão salvos, Jesus ensinou que todos estão condenados e que a única esperança de salvação é a fé no Filho de Deus. "Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus. Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más." (João 3:18-19).

Até o religioso Nicodemus precisava nascer de novo para herdar a vida eterna. Respondeu Jesus: "Digo-lhe a verdade: Ninguém pode entrar no Reino de Deus, se não nascer da água e do Espírito". (João 3:5)

"Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade". (Ef 4.22)

"Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual nem de qualquer espécie de impureza nem de cobiça; pois estas coisas não são próprias para os santos. Não haja obscenidade nem conversas tolas nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, ação de graças. Porque vocês podem estar certos disto: nenhum imoral nem impuro nem ganancioso, que é idólatra, tem herança no Reino de Cristo e de Deus. Ninguém os engane com palavras tolas, pois é por causa dessas coisas que a ira de Deus vem sobre os que vivem na desobediência." (Efésios 5:3-6).

Portanto, os que buscam a vida eterna, precisam nascer de novo, através da fé em Jesus Cristo, que nos regenera pela ação do seu Espírito (Tito 3.5), capacitando-nos a viver como filho de Deus.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Série Dia Teológico: Escatologia (vídeo 6) - 144.000 (+playlist)



Quem são os 144.000 de Apocalipse?

Combatendo o universalismo



O universalismo é heresia porque:
  1. Prega a salvação incondicional de toda a raça humana, enquanto a Bíblia ensina que a salvação é mediante a fé (Jo 3.16, Rm 10.10 e Ef 2.8);
  2. Prega que são largos o caminho e a porta de salvação, enquanto Jesus ensina exatamente o contrário (Mt 7.13,14);
  3. Prega que o Espirito Santo está sussurrando aos ouvidos de cada ser humano: "você é um filho de Deus. Nenhuma condenação há para você", enquanto Jesus afirmou que o papel do Espírito Santo é "convencer o homem do pecado, da justiça e do Juízo" (Jo 16.8);
  4. Nega o Juízo Final, enquanto a Bíblia ensina que haverá um dia de Juízo Final (Mt 25.31s; Hb 9.27; 10.27; Rm 2.2 e 16; 2Tm 4.1; 2Pe 2.9; 3.7; Ap 20.13);
  5. Nega a condenação do inferno, enquanto a Bíblia ensina que o inferno é uma ameaça real (Mt 5.22; 23.33 e 25.46; Mc 9.45; Lc 12.5; 13.28; Jo 15.6 e Ap 20.15);
  6. Torna irrelevantes o arrependimento e a fé para a salvação, pois ensina que todos serão incondicionalmente salvos;
  7. Torna irrelevante também a pregação do Evangelho para a salvação, pois afirma que todos serão salvos;
  8. Serve de incentivo para a imoralidade, pois as pessoas podem deitar e rolar no pecado se acreditarem que isto não os afastará da salvação;
O Apóstolo Pedro adverte a todos os cristãos, dizendo: "entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição". De modo semelhante, Paulo alerta: "E dentre vocês mesmos se levantarão homens que torcerão a verdade, a fim de atrair os discípulos" (Atos 20:30).

Portanto, todo cuidado é pouco!

sábado, 16 de novembro de 2013

O Segundo Toque e as Duas Cruzes - Mensagem ao CONOR 2013

A heresia do universalismo

No vídeo abaixo, o Pr. Ed René Kivitz diz que, anteriormente, pensava que apenas os cristãos seriam salvos, mas que, agora, está cada vez mais convicto de que toda a raça humana será salva. E que isto, sim, é uma boa notícia e não a pregação que condiciona a salvação ao arrependimento e a fé em Jesus. Para ele a boa notícia é dizer a todos, indistintamente: “você é um filho de Deus. Deus não está irado contra você.”

Universalistas, como Kivitz, pregam a salvação incondicional de toda a raça humana. O ensino de Cristo sobre o caminho estreito e apertado que conduz a salvação e também todos aqueles que dizem respeito ao Juízo Final e a condenação do inferno são descartados numa tentativa de deixar o Evangelho mais digerível e agradável ao paladar da sociedade contemporânea. Do ponto de vista do universalismo, os religiosos e os não religiosos, os crentes e os ateus, os cristãos e os adoradores da Besta, os honestos e os desonestos, os apóstolos e os fariseus a quem Jesus chamou de raça de víboras, até mesmo Hitler, todos, sem exceção, herdarão o Reino do Céus.

Enquanto Jesus diz: "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus", o universalismo diz: "Bem-aventurados os soberbos, porque deles também é o reino dos céus"; enquanto Jesus diz: "Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus", o universalismo diz: "Bem-aventurados os impuros de coração, porque eles também verão a Deus"; Enquanto Jesus diz: "Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; (Mt 5:10), o universalismo diz: "Bem-aventurados os corruptos opressores, porque deles também é o reino dos céus; Enquanto Jesus diz: "Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem" (Lc 21:36), o universalismo diz: "Não é necessário vigiar para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem, pois todos serão salvos e estarão em pé diante do Filho do homem.

O universalismo torna irrelevante o arrependimento e a fé para a salvação, visto que, segundo este ponto de vista, todos acabarão sendo salvos no final das contas. Torna irrelevante também a pregação do Evangelho e serve de incentivo para a imoralidade.

No entanto, há muitos textos bíblicos ensinando a salvação através da pregação do Evangelho e que haverá um dia de Juízo Final quando se dará a separação entre salvos e perdidos. “Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo” (Ap 20:15). Paulo também fala sobre o Juízo Final: “Contudo, por causa da sua teimosia e do seu coração obstinado, você está acumulando ira contra si mesmo, para o dia da ira de Deus, quando se revelará o seu justo julgamento” (Rm 2:5).

Deus é amor, mas também é justo juiz e fogo consumidor (Hb12.29). Jesus disse que no dia do Juízo Final haverá separação eterna entre salvos e perdidos (Mt 25.31-46). Ele também ensinou que o destino dos perdidos será o inferno: “Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e não seja todo o teu corpo lançado no inferno” (Mt 5.29). Jesus também afirmou: “Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados” (Jo15:6).

Portanto, cuidado com esta perigosíssima heresia.


Bispo José Ildo Swartele de Mello


Vídeo que mostra o Pr. Kivitz ensinando a salvação de toda a raça humana.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Série Dia Teológico: Escatologia (vídeo 4) - Refutando o pré-tribulacion...

http://www.youtube.com/v/VW5-BDdNDqE?version=3&list=PLjRPM3CA2RwIVFHDleNKbdYxf4L1MH2g9&feature=share&autoplay=1&autohide=1&attribution_tag=LLTda8BrFdpYBK4z0jLgow&showinfo=1

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Gravação do Programa Vejam Só de 05/11/13 debatendo a Questão do Milênio

Programa Vejam Só de 05/11/13 debatendo a Questão do Milênio Apocalíptico. Convidados: Rev. EDENILSON LEARDINI da Igreja Apostólica "Cristo em Vós" - E-mail: eleardini@terra.com.br Bispo José Ildo Swartele de Mello da Igreja Metodista Livre - E-mail: ildomello@gmail.com - Blog: www.escatologiacrista.blogspot.com Mediador: Rev. Éber Cocareli Recomendo a leitura do seguinte estudo sobre escatologia: http://pt.scribd.com/doc/179968611/Escatologia

Escatologia by José Ildo Swartele de Mello

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Relativismo de Pilatos



Relativismo de Pilatos

"Então, você é rei! ", disse Pilatos. Jesus respondeu: "Tu dizes que sou rei. De fato, por esta razão nasci e para isto vim ao mundo: para testemunhar da verdade. Todos os que são da verdade me ouvem".
"Que é a verdade?" perguntou Pilatos.
Pilatos não quis saber da Verdade; não arriscou sua posição, lavou as mãos  e virou as costas para Jesus, que foi crucificado.

http://pt.scribd.com/doc/181276948/Todos-os-caminhos-levam-a-Deus