sexta-feira, 18 de março de 2011

Terremotos e sinais do fim

Contemplamos estarrecidos as calamidades derivadas do mais forte terremoto registrado na história do Japão. Jesus falou de terremotos como sinal da proximidade do final dos tempos, classificado-os na categoria de princípio das dores (Mateus 24.1-8).

Embora estejam classificados na categoria de princípio das dores, o que chama a atenção é a intensidade e a frequência de calamidades como terremotos, tsunamis, enchentes.. Pois, o livro de Apocalipse fala de uma série de juízos de Deus em termos de catastrofes que afetarão a humanidade no período que precede à Segunda Vinda e o Juízo final. Fica claro que antes do juízo final, haverá juízos preliminares, sinal da misericórdia divina, até mesmo com o intuito de despertar a humanidade para que se arrependam antes que seja tarde demais. Como exemplo, leia Apocalipse 11.13.

A questão da radiação atômica faz acender o debate sobre o uso de tecnologia arriscada. Isto pode também ser interpretado à luz do evento da Torre de Babel, quando um juízo divino recaiu sobre um povo que se afastava de Deus por estarem arrogantemente confiados em sua tecnologia científica.

Isto serve de recado para toda a humanidade, especialmente para aqueles que confiam na ciência e se apartam do Senhor (Jr 17.5). Sejamos humildes para reconhecer nossas limitações. Nossa suficiência procede de Deus (2 Co 3.5)! Precisamos ser cautelosos para evitar os abusos da ciência, "pois de Deus não se zomba, tudo aquilo que o homem plantar, isto mesmo irá colher" (Gl 6.9).

Em todo caso, são sinais dos tempos, juízos preliminares, resultado do pecado que faz até a terra gemer de dor (Rm 8.22). A terra geme e treme e nós também (Rm 8.23). Mas ainda não é o fim (Mt 24.6-8), há ainda oportunidade para arrependimento e fé. Tempo de evangelização (Mt 24.14). Oportunidade para o exercício de compaixão (Mt 9.36). Arrependei-vos antes que venha o grande e terrível dia do Senhor (Ml 4.5 e Mc 1.15).

Bispo Ildo Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário