sábado, 12 de maio de 2018

Perdoar é lixar bem para remover toda a ferrugem que corrói os relacionamentos.




Quando eu era criança, costumava auxiliar meu pai na pintura do portão de ferro de nossa casa. Ele me ensinou que não se pode simplesmente pintar por cima da ferrugem. O primeiro passo é utilizar espátula, escova de aço e lixa de ferro para remover cuidadosamente toda a ferrugem. Aprendi também que depois do trabalho de remoção da ferrugem, é necessário passar o zarcão como medida protetiva. Então, depois destes dois passos, podemos finalmente pintar o portão. Se formos relaxados nas duas primeiras etapas, a pintura pode até ficar bonita, mas a ferrugem logo virá à tona.

O pecado é como a ferrugem que provoca terríveis corrosões nos relacionamentos humanos. Sem perdão não há verdadeira reconciliação. A ferida precisa ser devidamente espremida para expelir todo o pus a fim de que haja a cura. Perdoar é lixar bem para remover toda a impureza que corrói os relacionamentos.

Bispo Ildo Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Uma crítica ao dispensacionalismo

Dispensacionalismo, o que é? O dispensacionalismo é um sistema teológico que ensina que haverá sete dispensações na história huma...