Sobre a soberania de Deus



Não encontro base bíblica para uma definição de soberania que implique em Deus ser um manipulador de fantoches - um controlador de cada pensamento, palavra e ação humana e angelical. Deus é o líder supremo? Sim! Planejador final? Sim! Pensador de meus pensamentos e manipulador de todas as ações humanas? Se eu dissesse sim aqui, então ele seria um mentiroso, uma trapaceiro, um ladrão, um adúltero, um fornicador, um assassino cruel e impiedoso. Tiago 1:13 ensina que Deus sequer pode ser acusado de tentador quanto mais de ser o autor do pecado. “Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma.” (1Jo 1.5).

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

A Igreja passa pela Grande Tribulação?

Lições extraídas da história de Mefibosete