A grandeza de servir



Este vídeo é sobre A grandeza de servir. Sabendo que todas as coisas estavam debaixo de seus pés, a atitude subsequente é a atitude serviçal de lavar os pés dos discípulos. (João 13.3-5)


"Deus é invisível, mas deixou seu Corpo. É nosso dever tornar Deus visível para as pessoas através de atos cotidianos de amor.” (João Wesley)

"Quem quiser ser o primeiro seja o servo de todos. A grandeza está em servir. O maior é o que serve.” (Jesus)

 “Todos nós podemos ser grandes, porque todos podemos servir!” (Martin Luther King)

"Nós não temos que fazer grandes coisas, mas pequenas coisas com grande amor!” (Madre Tereza de Calcutá)



 Depois de lavar os pés, pede para seguirmos o exemplo e diz que o bem-aventurado é o que ouve e obedece. (João 13.17). Lições que aprendemos com Mefibosete:
Ele é um Tipo do Pecador Resgatado. Pertencia originalmente a uma linhagem real (2Sm 4:4), que caiu em desgraça por causa dos pecados do seu antepassado. Saul tinha uma família muito numerosa (1Cr 8.33), mas os atos de desobediência e rebeldia de Saul produziram um resultado devastador, o que levou Davi a perguntar se ainda existia algum sobrevivente da família (2Sm 21.1).

Vivendo em exílio, pobre e deficiente, foi lembrado por causa de uma Aliança (2Sm 9:3,4; 1Sm 20:14,15). Chamado a estar na presença do Rei, foi exaltado por causa dos méritos de outro (2Sm 9:5,7) e recebe uma herança gloriosa (2Sm 9:9).

Mefibosete aceita a bondade com grande humildade. Ele não é daqueles que recebem cada favor como se estivessem recebendo o pagamento de uma dívida. Humildemente, se prostra diante do Rei e não faz nenhuma reivindicação na base de qualquer pretenso direito. Ele não estava clamando: "Restitui, eu quero de volta o que é meu!" Pelo contrário, Mefibosete fica admirado com a demonstração de bondade de Davi para alguém como ele, que se sentia tão insignificante. Ao se comparar com um cachorro morto, Mefibosete nos faz lembrar da atitude daquela mulher que, humildemente, disse para Jesus que os cachorrinhos comiam das migalhas que caíam da mesa dos filhos (Mc 7.28). Lembrar também que, no passado, o próprio Davi havia se prostrado diante de Jonatas (1Sm 20.41). Quando jovem, Davi não se considerava digno sequer de ser genro do rei (1Sm 18.18). “Pois todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado!” (Lc 14.11). “Certamente, ele escarnece dos escarnecedores, mas dá graça aos humildes” (Pv 3:34 e Tg 4.6).

Tem gente que parece ter nascido com o rei na barriga, pois são pretensiosas, orgulhosas e arrogantes. Acreditam que o mundo lhes deve. São do tipo que dizem: "Eu não vou comer esta porcaria de comida!"; "Ninguém merece!"; "Eu não pedi pra nascer!" e tantas outras coisas da mesma natureza. Já, Mefibosete, mesmo tendo nascido em família real, agiu com muita humildade e nada reivindicou na base de um senso de direito. De maneira semelhante, a agraciada Maria, que literalmente carregava o Grande Rei em sua barriga, jamais agiu com presunção. Muita gente, no lugar dela, jamais teria aceitado dar a luz a seu bendito filho num lugar tão inóspito como um curral. Maria não ralhou com José, dizendo: "Como você tem coragem de me oferecer este lugar tão nojento assim para eu dar a luz? Você é um imprestável, mesmo! Onde eu estava com a cabeça quando me casei com você?" Não, mil vezes não! Maria jamais diria isto a José. Ela era humilde, paciente e compreensiva. Recebeu tudo como uma dádiva de Deus numa atitude de ações de graças!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

Lições extraídas da história de Mefibosete

A Igreja passa pela Grande Tribulação?