Pular para o conteúdo principal

Por que o Natal existe?


Por que o Natal existe?

Por causa dos nossos pecados
  • Deus nos criou a sua imagem e semelhança para dividir conosco o seu amor (Gn 1.27)
  • O homem pecou e virou as costas para Deus (Gn 3.6)
  • O pecado gerou maldição e morte (Rm 6.23)
  • Mas, lá no Éden, recebemos uma promessa de vitória (Gn 3.15)
  • Jesus venceu a tentação, venceu a morte e venceu a Satanás! (Mt 4.1-11; At 2.24 e Cl 2.15)


Para satisfazer a justiça divina
  • Deus é amor, mas também é santo e justo. (Sl 145.17 e 2Tm 4.8)
  • A justiça exige a punição do pecado e o amor deseja oferecer o perdão.
  • Jesus, movido por amor, esvaziou-se de sua glória, e se fez carne para pagar a nossa dívida, morrendo pelos nossos pecados . Expiação significa a satisfação de um exigência. Jesus satisfez a justiça divina. Pelas suas feridas fomos sarados. (Is 53.5 e Fp 2.8).
  • Em seu livro “Mais que um Carpinteiro”, Josh MacDowell conta que uma jovem da Califórnia foi detida e levada ao tribunal por excesso de velocidade. O juiz lhe perguntou: “você se declara culpada?” A moça respondeu que sim. Então, o juiz bateu o martelo e multou-a em 100 dólares. Depois, aconteceu algo surpreendente. O juiz deixou o seu lugar, tirou a sua toga, postou-se ao lado da jovem, retirou a carteira do bolso e pagou a multa! O Juiz era o pai da moça e a amava muito, mas, ao mesmo tempo, ele era um juiz íntegro e tinha de cumprir as exigências da lei.
  • Um dos meus filhos, quando criança, quebrou um aparelho de vídeo cassete, eu amorosamente o perdoei, mas tive de arcar com o prejuízo! Alguém tem de pagar o preço para que haja o perdão. Alguém tem de arcar com as consequências do pecado. O salário do pecado é a morte, e para nos livrar dela, foi que Cristo morreu em nosso lugar.

Natal existe porque o Criador não desistiu de sua criação. Seu amor é tão grande a ponto dele ser capaz de sacrificar-se para a nossa salvação. “Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente” ( Tt 2.11-12).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

"Tudo, porém, seja feito com decência e ordem" (I Co 14:40)

O Apóstolo Paulo exorta desta maneira a igreja de Corinto que precisava aprender que a ação do Espírito produz ordem e e decência, e não bagunça e confusão. A liberdade do Espírito não é incompatível com a ordem e a decência deste mesmo Espírito, pois "Deus não é Deus de desordem" (1Co 14.33). Portanto, toda desordem no culto não é de procedência divina. Sabedores disto, cabe aos pastores botarem ordem na casa, não permitindo que o culto seja enrolado e descontrolado. Assim como Paulo estabeleceu regras para o bom andamento do culto, devemos nós fazer o mesmo.

Alguns exemplos de coisas que devemos evitar em um culto:

O culto deve ser objetivo, enxuto, sem vãs repetições.

Cada participante deve possuir uma clara consciência da integridade do culto para não invadirmos a área do outro.

Um dirigente de culto e um líder de louvor não devem fazer comentários bíblicos prolongados, visto que já teremos um pregador…

Lições extraídas da história de Mefibosete

Áudio:
Vídeo:
Mefibosete from Ildo Swartele Mello on Vimeo.

Lições extraídas da história de Mefibosete Mefibosete nasceu num "berço de ouro" de um "palácio real", pois era neto do Rei Saul, filho do Príncipe Jônatas (2Sam 4.4). Entretanto, uma tragédia se abateu sobre sua vida quando ele tinha apenas 5 anos de idade. Israel foi derrotado em uma sangrenta batalha. A notícia da morte de Saul e de Jônatas chegaram até a casa real; então, a babá de Mefibosete, temendo que o menino também fosse morto, o toma em seus braços e foge correndo, mas, na pressa, acaba tropeçando e deixando o menino cair. Na queda, Mefibosete despedaça os pés e fica aleijado.

Agora, ele está órfão de pai e mãe. Perdeu a majestade, perdeu a saúde e vive escondido em um humilde povoado na casa de um bom homem chamado Maquir, que foi quem o amparou, adotando-o como filho.

Tais tragédias são frutos da rebeldia do Rei Saul, que plantou ventos e acabou colhendo tempestades devastadoras para a sua …

Qual o significado na Bíblia de Hora Sexta, Hora Nona e Primeira, Segunda. Terceira e Quarta Vigílias?

Dia Primeira hora - iniciava-se às 06 h
Terceira hora  - iniciava-se às 09 h
Sexta hora      - iniciava-se às 12 h
Nona hora      - iniciava-se às 15 h


Noite Primeira vigília - iniciava-se às 18 h
Segunda vigília - iniciava-se às 21 h
Terceira vigília  - iniciava-se às 00 h
Quarta vigília    - iniciava-se às 03 h