23 de agosto de 1860


Há 152 anos atrás, no estado de Nova York, deu-se inicio a Igreja Metodista Livre, como um movimento de protesto contra a discriminação racial e social que, infelizmente, acontecia em muitas igrejas daquela época que tinham a prática de reservar bancos para famílias abastadas em detrimento das humildes. Daí veio o nome “Livre”, pois protestávamos que todos os assentos da igreja deveriam ser livres para todas as pessoas independentemente de sua condição social ou da cor de sua pele.

Foi também um movimento do Espírito Santo que buscou resgatar os princípios e valores do metodismo original. Portanto, nós, Metodistas Livres, somos fruto de uma linhagem evangélica cuja herança espiritual tem origem em homens e mulheres de profunda piedade pessoal, que através de todos esses anos têm mostrado que é possível manter a chama do fervor espiritual, combatendo a apostasia, a corrupção e o paganismo que por vezes têm atacado a igreja visível, mantendo-a longe da igreja ideal de Jesus Cristo.

Por esse motivo, cremos que, quando atuamos sob o comando do Senhor da Igreja e inspiração do Espírito Santo, estamos dando continuidade à história da Igreja, iniciada em Atos e que só terminará com a volta do Senhor.

Somos uma Igreja que reconhece que Deus concede dons espirituais de serviço e liderança tanto a homens como a mulheres, que cheios do Espírito devem pregar e testemunhar de Cristo tanto na Igreja quanto no mundo.

Nossos cultos são caracterizados pela simplicidade e liberdade do Espírito, sem se limitar a uma liturgia formal.

Os Metodistas Livres se entregam à tarefa de compreender as necessidades mais importantes das pessoas, instituições e culturas diversas para poderem ministrar significativa e redentivamente a elas. Na oração sumo-sacerdotal de Jesus Cristo, Ele chama os crentes a viverem nesse mundo ativa e inteligentemente, para que o mundo possa ser levado tanto a “conhecer” como a “crer” n’Ele.

Os Metodistas Livres estão cientes das forças demoníacas no mundo, que humilham as pessoas, pervertem o bem e levam pessoas e instituições à ruína. Eles procuram ajudar as pessoas restaurando seu valor pessoal numa época de despersonalização cada vez maior.

Os Metodistas Livres são uma comunidade de cristãos sinceros no propósito de chegar aos céus e comprometidos a trabalhar no mundo pela salvação de todas as pessoas, procurando, assim, continuar a missão do cristianismo do primeiro século, recuperada por John Wesley e os Metodistas primitivos que declaravam existir “para levantar um povo santo”, buscando a santidade em seu sentido mais amplo de amor a Deus com todo seu coração, alma, mente e força, e ao nosso próximo como a nós mesmos. Buscamos uma clara e renovada visão da santidade que traga a presença de Deus para perto das pessoas do nosso tempo.

A missão da Igreja Metodista Livre é fazer conhecido de todas as pessoas, em todo lugar, o chamado de Deus para a perfeição através do perdão e santidade em Jesus Cristo, e convidar à sua membresia e equipar para o ministério a todos que responderem com fé. E visamos ser uma comunidade bíblica saudável de pessoas santas que multiplicam discípulos, líderes, grupos e Igrejas. O caminho para esta visão exige que cada Igreja seja uma Igreja saudável com liderança cheia do Espírito e de compaixão por todos que se encontram distantes de Deus.

Bispo José Ildo Swartele de Mello
Texto Baseado do Manual da Igreja Metodista Livre
http://www.metodistalivre.org.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma exortação para que haja ordem e decência nos cultos

Lições extraídas da história de Mefibosete

A Igreja passa pela Grande Tribulação?