Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

O que a ressurreição de Jesus nos garante

A ressurreição de Jesus nos garante:
vitória sobre o nosso maior inimigo que é a morte ou seja a certeza da nossa própria ressurreição (1Co 15.25-58); coragem diante da morte, pois, se não precisamos mais temer o nosso maior adversário, então, a quem iremos temer? A ressurreição de Jesus impactou os discípulos. O mesmo Pedro, que havia negado a Cristo por causa do medo da morte, enche-se de coragem para enfrentar as autoridades politico-religiosas após a ressurreição de Jesus (At 5.29); uma alegria que ninguém pode tirar (Jo 16.22); que Jesus é Filho de Deus, pois exerceu poder sobre a vida e a morte, conquistando vitória sobre o pecado e o inferno, tendo sido exaltado sobre tudo e todos (Ef 1.19-23). "Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor" (Rm 1:4); a vitória de sua Igreja (Mt 16.18); que a nossa fé não é em vão (1 Co 15.14);que realmente estará sempre conosco até a consumação dos sécul…

10 absurdos ensinos dispensacionalistas

Ressurreição geral e o Juízo Final

Só existe uma ressurreição física e geral de todos, quer sejam eles crentes ou incrédulos (Dn 12.2, At 24.14,15), vindo após isto, o Juízo Final e o estado eterno, “porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Co 5:10). Os que não tiverem os seus nomes escritos no livro da vida serão condenados (Ap 20.11-13).


Por ocasião da Segunda Vinda de Cristo, todos mortos ressuscitarão (Dn 12.2)! "Todo olho o verá, até mesmo os que o traspassaram" (Ap 1.7,) o que só será possível se a ressurreição física e geral de todos os mortos acontecer no dia da Segunda Vinda de Cristo. 


Jesus também ensinou que haveria apenas uma única ressurreição geral e que esta aconteceria logo após a Sua Segunda Vinda: 
"Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, assentar-se-á em seu trono na glória celestial. Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas da…

Ministério Feminino

Não se pode interpretar a Bíblia sem levar em conta o contexto social e cultural da época em que o texto foi escrito. O Mundo Antigo era extremamente machista, as mulheres eram desprezadas, tratadas como seres inferiores, que não tinham direito à voz, à educação e nem sequer eram contadas quando se queria saber quanta “gente” havia. Atentando para o contexto, podemos apreciar melhor a revolução que Jesus Cristo estava iniciando em relação a condição da mulher.

Assim também podemos compreender melhor porque os apóstolos, em alguns momentos, parecem referendar a discriminação das mulheres, pois, não seria prudente para a obra de evangelização da igreja erguer tão prontamente uma bandeira em favor dos direitos das mulheres, pois isto provocaria uma resistência intransponível por parte de uma geração que não estava minimamente preparada para aceitar tamanha revolução. Além do mais, tal atitude não produziria o efeito desejado, pelo contrário, suscitaria ainda mais perseguição a uma igrej…

Chorão, mais uma vítima das drogas.

Morre mais um artista famoso por causa das drogas: agora foi a vez do Chorão. A lista é enorme, entre tantos, inclui: Amy Winehouse, Whitney Huston, Michael Jackson, Heath Ledger, Bob Marley, Elvis Presley, Elis Regina, Raul Seixas, Cássia Eller, Jimi Hendrix, Jim Morrison, Kurt Cobain, Marilyn Monroe, Janis Joplin, etc. Parece mesmo difícil para as pessoas aprenderem com o erro dos outros. Acham quem nunca acontecerá com elas. As drogas exercem um fascínio sedutor que conduz a destruição. Abramos os olhos antes que seja tarde demais.

Contraste entre a era presente e a vindoura

O pensamento bíblico vê o tempo como linear, contrastando a era presente com a que há de vir. Cristo está assentado a direita de Deus Pai, “acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir não só no presente século, mas também no vindouro. (Ef 1.21)

Esta era é o período da atividade de satanás, da rebelião humana, do pecado e da morte. A era vindoura será iniciada pela Segunda Vinda de Cristo, que trará consigo a plenitude do Reino de Deus, quando Satanás e todos os inimigos de Deus serão destruídos e o mal já não mais existirá.

Mas, as bênçãos da era vindoura já entraram nesta era presente, por ocasião da primeira vinda de Cristo:

1. “Os fins das eras já tem chegado sobre os cristãos” (1 Co 10.11), significando que os cristãos vivem na presente era, já impactados pela era vindoura.

2. Já são “novas criaturas” (2 Co 5.17); a nova criação já é realidade na vida dos que possuem as “primícias do Espírito” (Rm 8.23)

3. A salvaç…